“Tendo amado os Seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (Jo 13, 1).

Noticias da Paróquia

Na quinta-feira santa, faz-se memória a Ceia do Senhor, onde, tendo-se com seus apóstolos, antes de se entregar em corpo, entrega-se como alimento. Naquele momento é instituída, pela primeira vez, a santa eucaristia.  Celebrar esse dia, é mais do que somente celebrar a eucaristia, é permitir esvaziar-se de si e encher-se de Deus.

Nesta celebração, tradicionalmente, se celebra, após a santa missa, a adoração ao santíssimo Sacramento, na qual buscamos relembrar o momento de agonia e oração do Senhor no horto, vigiando e orando, como ele pediu aos Apóstolos.

É iniciado, hoje, o tríduo pascal, tempo em que vivemos e recordamos a paixão, morte e ressurreição de nosso Senhor Jesus, que se entregou, como holocausto, por amor ao mundo.

No evangelho de João (13, 1-15), Jesus lava os pés de seus apóstolos, em sinal de humildade, serviço e de entrega. Mesmo sendo o Cristo, filho de Deus, Jesus mais uma vez nos mostra que devemos servir, uns aos outros, tudo sempre com amor.  “Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem, porque eu o sou. Logo, se eu, vosso Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar-vos os pés uns aos outros. Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, assim façais também vós.”( Jo 13, 13-15)

Lavar os pés significa dizer que Jesus Cristo desceu ao âmago dos nossos problemas e como a água pura do seu espírito e seu sangue vem lavar, curar e salvar a todos aqueles que por Ele se deixarem ser lavados, para assim a Ele pertencer, como nos diz o próprio Jesus no evangelho.

Autor: Michelle Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *